Itapevi vai fechar Centro de Combate ao Coronavírus

O Centro de Combate ao Coronavírus da Prefeitura de Itapevi, localizado na rua José Michelotti, 97, na Vila Nova Itapevi, vai encerrar as atividades no próximo domingo (11). A decisão foi tomada por conta da baixa procura. A equipe do CCC já chegou a fazer até 105 atendimentos por dia, mas no último mês, a demanda caiu para menos de 37 ocorrências diárias. Em 21 de setembro, foi encerrado o atendimento noturno.

Do dia 18 de março ao dia 7 de outubro, o Centro de Combate ao Coronavírus (CCC) de Itapevi realizou 13.949 atendimentos. Deste total, 412 pacientes tiveram que ser removidos para internação ou para realização de exames mais complexos, como tomografias, por exemplo. O balanço da Secretaria Municipal de Saúde demonstra que o mês com maior procura foi em julho, com registro de 3.152 consultas.

Maio ficou em segundo lugar, com 2.643 atendimentos. Em agosto os números começaram a cair e foram registradas 1.638 ocorrências. Em setembro foram realizadas 1.103 consultas. Já nos primeiros sete dias de outubro ficou em 152, uma média de 22 atendimentos por dia. Mesmo com os números em queda, ainda é necessário que a população mantenha todos os protocolos de higiene e prevenção para evitar o risco de contaminação, já que a Covid-19 ainda está ativa e até o momento não há vacina. O Centro de Combate ao Coronavírus de Itapevi foi um dos primeiros do país a começar a funcionar.

A proposta da administração municipal foi tirar a população, com sintomas da Covid-19, das demais unidades de saúde do município, desta forma reduzindo a chance de contágio entre os pacientes, além dar mais conforto e agilidade no atendimento para todos. O CCC funcionou de segunda a domingo, 24 horas por dia até 21 de setembro, quando passou a atender das 7h às 19h.

A partir do 12 de outubro, o morador que sentir qualquer sintoma relacionado ao novo coronavírus, deve procurar uma unidade da rede municipal de saúde. Ainda é necessário a utilização de máscara de proteção, obedecer ao distanciamento social e evitar aglomerações.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *