PM Ambiental fecha criadouro clandestino de galos em Osasco

Foram apreendidos mais de 30 animais com mutilações típicas do preparo para participar de rinhas; também foram encontradas 15 aves da fauna silvestre

A Polícia Militar fechou, na terça-feira (28), um criadouro clandestino de galos, que funcionava em um imóvel residencial na cidade de Osasco, na região metropolitana de São Paulo. Foram apreendidos mais de 30 galos e galinhas e 15 aves da fauna silvestre.

Após uma denúncia anônima, uma equipe do 1º Batalhão de Policiamento Ambiental (BPAmb) foi até o local, na Avenida Alberto Santos Dumont, onde encontrou 20 galinhas e 13 galos índios, medicamentos e materiais utilizados no “treinamento” das aves.

Os animais apresentavam ainda mutilações típicas do preparo para participar das lutas e marcas de aplicações medicamentosas em seus corpos. Eles apresentavam esporas serradas e estavam com as penas raspadas para as respectivas aplicações.

Ainda foram localizadas 15 aves da fauna silvestre mantidos em cativeiro ilegal, também maltratadas. Todos os animais encontravam-se em confinamentos minúsculos, sem ventilação, água e alimentação suficientes e sem condições mínimas de higiene.

As aves silvestres receberão cuidados junto ao Centro de Recuperação de Animais Silvestres do Parque Ecológico do Tietê e as domésticas serão atendidas pela Prefeitura de Osasco, por meio de equipes da Secretaria Municipal de Bem-Estar Animal.

O responsável pelos animais e demais objetos apreendidos foi identificado. Ele foi conduzido à Delegacia Policia Investigações Sobre Infrações Contra o Meio Ambiente de Osasco, onde foi autuado em flagrante por crimes ambientais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *