Polícia Civil prende seis pessoas em fábrica clandestina de perfumes e cosméticos

Detenções ocorreram durante uma operação conjunta com a Guarda Civil Municipal e Vigilância Sanitária de Limeira

Em uma ação conjunta com a Guarda Civil Municipal e Vigilância Sanitária de Limeira, a Polícia Civil prendeu seis pessoas, entre 26 e 66 anos, pela fabricação e distribuição de perfumes e cosméticos falsificados, nesta terça-feira (8), no Parque Hipólito. Um homem, de 41 anos, é investigado.

As detenções ocorreram durante a operação “Água de Cheiro”, deflagrada pelo Setor de Produtos Controlados da Delegacia Seccional de Limeira, com apoio do 4º Distrito Policial da cidade e da Delegacia de Cordeirópolis, culminando na fiscalização de uma empresa localizada na Rua Euclides da Cunha.

No local, os agentes se depararam com uma fábrica clandestina de perfumes e cosméticos, ocupada por funcionários, dois proprietários e quatro homens que foram flagrados em um carro contendo diversos produtos confeccionados no local, os quais seriam revendidos em Campinas e na capital paulista.

Durante buscas no imóvel, que possui três andares, as equipes localizaram diversos perfumes, de variadas marcas internacionais, falsificados, além de um laboratório químico e equipamentos para envase, embalagem e acondicionamento dos produtos. No local também foram encontrados tambores e recipientes com substâncias químicas e inflamáveis sem qualquer medida de segurança e proteção, assim como outras mercadorias falsas – cosméticos, como arnica, álcool gel e gel capilar.

Além das prisões, a ação resultou na apreensão de documentos, folhas de cheques no valor total de R$219.364,17, cartão, dois HDs externos, duas máquinas de cartão, 449 perfumes e outros 100 objetos entre perfumes, frascos e embalagens, bem como oito celulares, duas facas e R$ 11.748 em espécie. Cinco veículos, entre eles uma caminhonete e um caminhão, também foram recolhidos.

Exames periciais foram solicitados ao Instituto de Criminalística (IC) e o caso registrado como falsificar, corromper, adulterar ou alterar produto destinado a fins terapêuticos ou medicinais e associação criminosa pelo 4° Distrito Policial de Limeira.

Informações da SSP-SP

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *