Rota fecha fábrica clandestina de armas e prende homem em Embu das Artes

O criminoso era procurado pela Justiça e apresentou documentos falsos no momento da abordagem; um segundo envolvido foi preso posteriormente, na Capital

A Polícia Militar prendeu, na noite desta quarta-feira (22), um homem, de 34 anos, responsável por uma fábrica clandestina de armas, localizada na Rua Cardeal, em Embu das Artes, na região metropolitana de São Paulo. O criminoso também era procurado pela Justiça e indicou um segundo envolvido, preso posteriormente na capital paulista.

Uma equipe da Rota recebeu denúncia e, no local, encontrou o homem, que apresentou atitude suspeita. Ao ser abordado, ele apresentou dois documentos falsos e, após questionamentos, confessou que era procurado pela Justiça, além de ser responsável pela fabricação ilegal de armas.

Dentro de um galpão, os policiais encontraram diversas máquinas e ferramentas utilizadas no ato criminoso. Além disso, o detido apontou um outro endereço, localizado na Estrada Pirajussara, onde ele guardava as armas.

No segundo imóvel, os PMs encontraram um fuzil .556, dois carregadores calibre .762 e quatro carregadores calibre .556. Além disso, foram apreendidos diversos acessórios e munições.

Todos os itens foram encaminhados à perícia. O criminoso foi preso em flagrante e responderá por comércio ilegal de arma de fogo, posse ou porte ilegal de arma de fogo de uso restrito e uso de documento falso. O caso foi registrado pela Delegacia de Embu das Artes.

Segunda prisão

Durante a prisão na Grande São Paulo, o homem indicou um segundo envolvido que utilizaria um veículo VW Voyage. Em buscas pelo carro, uma outra equipe da Rota conseguiu localizar o veículo estacionado em frente a uma residência, na Rua Antonio Lopes Machado, no Capão Redondo, na zona sul de São Paulo.

No imóvel, foi localizado o suspeito indicado, de 33 anos, o qual foi abordado. Em busca pessoal, nada de ilícito foi localizado com o homem, contudo, após vistorias no seu automóvel foram localizadas 10 munições de fuzil .556.

Os cartuchos foram apreendidos e o suspeito preso em flagrante. Ele foi levado ao 47º Distrito Policial, onde foi autuado por posse ou porte ilegal de arma de fogo de uso restrito, permanecendo à disposição da Justiça.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *