Suspeito de roubar caminhão com carnes é preso após troca de tiros com GCM de Itapevi

Criminoso foi baleado na manhã desta quarta (22) na Rodovia Castello Branco em Barueri e socorrido a hospital de Osasco. Motorista e ajudante foram libertados.

Um homem suspeito de roubar um caminhão com carnes foi preso na manhã desta quarta-feira (22) após trocar tiros com a Guarda Civil Muncipal (GCM) de Itapevi, na Grande São Paulo.

De acordo com a instituição, o criminoso acabou baleado após abandonar o veículo durante perseguição no km 21 da Rodovia Castello Branco, em Barueri. Ele foi socorrido ao Hospital Geral de Osasco. O motorista e o ajudante que eram feitos reféns foram libertados.

“Por volta das 6h30, Nossos guardas-civis estavam na viatura quando receberam informação de um caminhão frigorífico roubado. Avistaram o veículo e passaram a acompanhá-lo, até que o assaltante abandonou o veículo e atirou e houve o revide”, disse o subcomandante da GCM de Itapevi, Cássio Luiz de Oliveira.

“O bandido foi atingido e socorrido. Dois reféns, funcionários da empresa, que tinham sido sequestrados foram soltos”, falou Cássio sobre o que aconteceu com o criminoso e as vítimas.

A GCM informou que um outro carro teria escoltado o caminhão roubado. Dentro dele estariam mais criminosos. Esse automóvel, no entanto, não foi mais localizado. Ele não participou do tiroteio.

Outras viaturas da GCM participaram da ação. O Globocop, da TV Globo, filmou o desfecho do roubo e do sequestro. Nas imagens é possível ver os funcionários saindo do caminhão com as mãos levantadas. Eles vestem uniformes brancos.

Delegacia de Barueri
O caminhão e as carnes foram recuperados e levados para a delegacia de Barueri, onde o caso será registrado e investigado pela Polícia Civil. Depois disso, o veículo e a carga serão devolvidos aos donos da empresa de carnes.

Até a publicação desta reportagem, motorista e funcionário ainda não tinham prestado depoimento para contar como foi o roubo.

O criminoso foi internado no hospital de Osasco com escolta da GCM de Itapevi. Até as 8h40 sua identidade e seu estado de saúde ainda não tinham sido divulgados.

De acordo com o subcomandante Cássio, a arma que ele usava no roubo e sequestro, uma pistola 380, foi apreendida.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *