GCM apreende mais de 5 kg de drogas no Jardim Marina

A equipe da Ronda Regional da GCM (Guarda Civil Municipal) de Itapevi apreendeu, nesta quarta-feira (16), durante patrulhamento preventivo, na Rua Petrolina, no Jardim Marina, mais de 5 quilos de maconha e material para embalagem de drogas.

No local foram apreendidas duas balanças e instrumentos de precisão, nove pacotes com milhares de frascos para acondicionamento de cocaína, um rádio transmissor, três aparelhos celulares, nove facas, seis pedras de crack e oitenta barras de maconha, o equivalente a mais de cinco quilos da erva, entre outros objetos.

De acordo com relato dos agentes de segurança, eles avistaram um homem suspeito que, ao perceber a presença dos Guardas, fugiu em meio às residências largando uma sacola, quando passaram por uma casa que estava com a janela aberta sentiram um forte cheiro de maconha. Ao observarem o local depararam com quatro indivíduos que estavam preparando a maconha para venda no tráfico de drogas. Diante dos fatos, a equipe realizou a abordagem a três deles, um outro conseguiu fugir. Eles foram detidos e conduzidos com a droga e os materiais apreendidos até a Delegacia de Polícia da cidade.

Os três homens, H.M.G., de 27 anos, A.M.S., de 22 anos, e S.H.R.C.O., de 20 anos estão sendo investigados pela Polícia Civil pelo crime de tráfico de drogas. Todos afirmaram não ter ligação com o crime. S. alega que o terreno é da mãe dele, mas diz que ela não sabia o que funcionava ali e que o homem que reagiu à abordagem da Guarda e fugiu, apenas identificado como “Moica”, é que é o responsável pelo tráfico e que H. e A. são apenas usuários de drogas. A versão foi confirmada pelos dois últimos.

As drogas e os materiais apreendidos foram encaminhadas ao Instituto de Criminalística de Barueri para perícia. O delegado de plantão registrou o caso no artigo 33 da lei 11.343/06 de tráfico de drogas, de fabricação, venda e comércio de entorpecentes.

Após prestarem depoimento, os três suspeitos de envolvimento com o crime foram liberados. A Polícia Civil afirma seguir investigando o caso em busca de “Moica”.

A apreensão foi realizada pela equipe da Ronda Regional da Região 3, que realiza policiamento preventivo na região dos bairros Vila Santa Rita, Jardim Santa Rita, Jardim Marina e Vila Esperança.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *